Redução da maior idade penal: Polêmica solta

   Antes precisamos entender:

No que o nosso governo acredita:

    Cotas raciais para faculdades- Segundo o   governo as minorias devem ter um certo espaço de garantia de sucesso. Considerando que isso é uma compensação quanto ao preconceito sofrido por negros, índios e etc podemos deduzir que.... é mais que óbvio que isso também é uma enorme polêmica. Contudo, é melhor que vocês possam ouvir isso de outra boca além da minha. Assim assistam esse vídeo antes de prosseguir com a postagem:






Definindo: Febem ou fundação CASA


Febem (ou fundação CASA), como todo mundo sabe tem como objetivo a reeducação de jovens infratores. Essa reeducação nem sempre funciona, e como sabemos, não é novidade a visão de fugitivos dela em pleno dia.

Definindo a ideia de prisão:

E por último precisamos definir a ideia da prisão. O intuito inicial da cadeia é devolver os praticantes de crimes para a sociedade sem que voltem a praticar tais crimes.
Hoje a função da cadeia passou a ser punição, o que é uma visão conturbada da realidade mais implantada por novelas do que pela realidade.

E finalmente a redução da maior idade penal:


Se o governo usa a desculpa, ou a realidade de jovens criados em favelas e negros para aplicar as cotas raciais é mais do que claro que para a constituição existe sim a desigualdade (além de social claro) de educação familiar etc. Você cresceu provavelmente em uma boa casa com uma boa família. Tudo o que você aprendeu teve como base sua criação que por sinal foi muito boa. E não falo nesse caso só de dinheiro, falo de felicidade verdadeira assim creio que tenha entendido o que quis dizer.

Enquanto você estava em sua casa dormindo, o futuro marginal estava embaixo da cama ouvindo um tiroteio.

Talvez você até pense "Mas tem muita gente de bem lá!" , e você está com toda a razão. Contudo quantos marginais você já viu com boas condições de vida? Talvez não um marginal... talvez você tenha visto um cleptomaníaco de classe média alta não?!

Cleptomaníaca de classe média roubando produto em supermercado.
 Quantos ladrões (além de políticos) você já viu ter português correto? Nenhum.

O governo  cria os marginais, isso mesmo. e ninguém pode dizer que não. Ninguém nasce ruim. e ao contrário do que a mídia pinta, o envolvimento de menores em crimes NÃO é tão grande.

Isso é mais uma tentativa de ibope do que necessariamente de mostrar a verdade. É normal que você esteja com raiva de mim agora. Pode deixar sua opinião nos comentários, caso discorde, concorde e etc, irei responder.
Eu sei que ter um garoto dizendo não toque em mim porque sou de menor é algo terrível. Mas nós temos um sistema pronto para recebê-los e vamos desperdiçá-lo para dar para um jovem de 16 ou 17 anos a chance de entrar em contato com mais marginais. Você é o que você aprende. Se você viver em um mundo onde policiais são os vilões e você for criado vendo eles entrando só pra fazer o mal é óbvio que não vai nunca ser um cidadão direito. Seus valores estão conturbados. Uma educação de primeira sim deve ser o ideal, inclusive uma matéria de cidadania, isso mesmo. Uma matéria onde os valores dos alunos são postos a prova

O intuito da cadeia hoje em dia é simplesmente punir... não é assim que é pintado?! Pois bem. é comum que sintamos essa vontade absurda, mas não é comum que concordemos em jogar alguém que talvez ainda possa ter salvação no meio de pessoas piores.
Aí então sugerem que coloquemos eles em uma prisão para menores... o gasto seria tremendo, e por um garoto de 13 anos que bateu uma carteira no meio de 15 de 17 anos que mataram pessoas, não me parece reeducação.

 Além de tudo isso, eu pessoalmente nunca  (nem em programa policial) nenhum traficante dizer " Eu sou inocente meritíssimo, ou policial" É sempre o "Num matei ninguém não ô, armaru pra cima de mim"
A redução da maior idade penal, pelo menos pra mim, é mais do que justa (não sou bipolar acabe de ler o texto), mas não deve ser aplicada agora, antes precisamos dar suporte a alguma educação, dessa vez sim educação de verdade. E quando soubermos que temos um povo educado e ciente de suas responsabilidades como cidadão, aí sim, poderemos utilizar destes meios, para julgar menores infratores.






"Homicídios praticados por adolescentes não são tão frequentes quanto acredita a opinião pública.  A maioria das ocorrências é por tráfico de drogas (27,2%), uso de drogas (18,5%), furto (10,7%) e roubo (7,7%).  Nos crimes de caráter violento apenas 1,09% dos jovens têm participação. Então cabe uma análise, será que jogar um menino de 16 anos em uma cela, sem infraestrutura, no meio de assassinos e psicopatas é a melhor alternativa?"
(Anonymous Brasil) 
Veja o resto no link.