A mudança do humor ao longo dos séculos.

 Para entender melhor a postagem leia:
A primeira postagem sobre o tema

Quem tem medo de palhaço?

* O yahoo não foi o único meio utilizado para essa avaliação.
Clique para ampliar.
Em virtude de um certo medo criado em um amigo meu depois de ver o vídeo disponível no link acima resolvi fazer uma enquete com o pessoal do yahoo respostas sobre o tema... Baseado no resultado criei esse
gráfico:






Saindo do tema da postagem anterior e vindo para o tema prometido para essa postagem vamos avançar alguns anos a frente para chegarmos até o humor atual, especificamente o Stand up hoje tão difundido.
Talvez ate pareça que dei uma informação errada, mas não dei. O stand-up chegou nos anos 50 por aí...  um tanto quanto estranho falar assim, exatamente pelo costume de tratar os anos como 80, 50, 60, mas realmente  humor é um pouco mais velho do que se pensa.
O Stand-up é um tipo de humor baseado no cotidiano, e equivale portanto a uma crônica. Essas informações estão no link acima .

Os grandes gênios do stand-up se destacam pelo fato de transformarem coisas banais em arte, e falar de sua vida, da vida dele, ou mesmo de você de uma maneira a ainda receber aplausos. Simplesmente por que o humor engoliu o que te ofenderia. O Stand-up tem obviamente um certo cunho social, já que toca diversos pontos da sociedade sem deixar que a compostura seja perdida.

Contudo, hoje certos tipos de humor estão prestes a ultrapassar os limites do bom senso. E não falo do humor negro, que pra mim não é necessariamente ruim. Mas falo de humor que só consegue retirar risos baseados em palavrões, xingamentos e pesadas ofensas. Como se toda a fonte de criatividade do mundo tivesse esgotada.
Deveríamos cuidar para que o bom humor não se perca, e que tenhamos por humor, programas e pessoas com objetivos simplesmente pornográficos e financeiros.

Que hajam sempre salvações para o humor e que essa geração seja melhor que a anterior e assim sucessivamente. Um brinde ao novo humor, ou a continuação do antigo !!!!!!!!



E que vivam todos os: anedotas, brincadeiras, bledwords, aos humores azuis (com o seu bom censo), blunders, burlesques, humores negros (também lá com seus limites), commedia dell'artes, caricaturas, um pouco de catch, conundruns e que todos tenham seus deslizamentos freudianos, e que aproveitem muito dos seus altos dramas, das farsas (de humor), que tenham seus felizes melodramas, que vejam muitos nosensisms, se divirtam com paródias, que jamais caiam em comédias práticas e que se caírem que tenha rápida recuperação, e que possam ler muitos swichings, que gostem das sátiras da vida, que façam stand up com suas vidas, que assistam a divertidos pastelões, que se divirtam com sitcons, e que no fim de tudo tenham belos sorrisos nos rostos.

(Quase criei uma oração aqui )

Mais informações acesse mais esta página
ou esta .